Como Simplificar sua Vida de Forma Simples e Prática

Avalie esta postagem

Artigo original de Barrie Davenport – Nota especial: Esta semana o autor best-seller Steve Scott e eu lançamos um novo livro chamado “Organize em 10 Minutos: O Hábito Sem Estresse para Simplificar Sua Casa.”

Enquanto estou escrevendo este artigo, estou em processo de mudança de casa.

Eu vivi na mesma casa por quase vinte anos, e agora que ela foi vendida, estou indo para Asheville, Carolina do Norte, em duas semanas.

Foi uma decisão difícil deixar esta casa que eu amo tanto, a casa onde eu criei meus filhos. Mudanças são difíceis. O desapego é difícil. Mas ao longo do último ano, enquanto eu me preparava para esta mudança, eu percebi o passo positivo que estava dando.

Como Simplificar sua Vida de Forma Simples e Prática

Nos apegamos às coisas, rotinas e ambientes. Permitimos que nossas casas se transformem em museus para cada novo capricho, e acumulamos mais e mais coisas ao longo dos anos. Então, nossas vidas acabam tão ocupadas, que não temos tempo para desfrutar ou organizar o material que acumulamos.

Ao decidir me mudar, eu tive que reavaliar tudo isso. Eu tive que me desfazer de pertences, coisas em geral (móveis, lembranças e coisas que eu pensei que não poderia viver sem), e racionalizar meus bens materiais para aquilo que fosse mais essencial.

Foi uma das coisas mais libertadoras que já fiz. Ao simplificar tudo e liberar os pertences, eu dei a mim mesma o dom da liberdade e paz de espírito.

Você gostaria de viver uma vida mais simples? Se a resposta for SIM,  aqui estão 50 maneiras de simplificar a sua vida e ajudá-lo a criar paz interior e satisfação:

  1. Mude sua mentalidade.

Se você quiser simplificar sua vida, você deve acreditar que a simplicidade tem mérito. Adote a mentalidade de que “menos é mais” para todas as coisas. Entupir sua vida até a borda com coisas materiais, obrigações e distrações gera estresse e impede que você realmente desfrute do seu tempo neste planeta.

  1. Libere suas coisas.

Se você tem coisas em sua casa que você usa raramente ou nunca usa, deixe-as ir. Doe, venda ou jogue fora. Itens inúteis, mesmo que sejam valiosos, apenas entopem o seu espaço físico e emocional. Libere-os sem olhar para trás.

  1. Arrume a desordem.

A desordem física faz com que fiquemos agitados e distraídos. Dedique alguns minutos por dia e faça uma varredura em sua casa para eliminar toda a desordem. Mesmo que você precise jogar tudo em uma cesta para classificar mais tarde, pelo menos está fora de sua vista.

  1. Organize o seu espaço.

Organizar leva mais tempo do que limpar a desordem, mas é um esforço que realmente ajuda você a ter uma vida mais simples. Quando tudo tem um lugar e você pode, facilmente, ter acesso ao que precisa, não há necessidade de gastar tempo e energia à procura de coisas. Escolha um período pequeno por dia para trabalhar e, ao longo do tempo, você terá sido capaz de organizar cada gabinete e gaveta.

  1. Crie um santuário.

Crie um espaço em sua casa que seja seu refúgio. Ele deve ser limpo, livre de desordem, calmo e convidativo. Este é o lugar que você vai quando quiser ficar completamente em paz. Não permita que esse espaço acumule lixo ou fique desorganizado.

  1. Mantenha as superfícies limpas.

A maioria da nossa desordem tende a se acumular nas superfícies – bancadas, mesas, etc. Crie uma nova regra de que as superfícies são sagradas e não podem ser uma bagunça. Designe uma gaveta ou armário em sua cozinha para papéis e chaves. Mantenha uma cesta ao lado de sua cama para livros e outras necessidades de cabeceira.

  1. Faça a sua cama.

Se você começar o seu dia fazendo sua cama, você terá um sentimento de organização, “pronto para sair.” A cama feita faz seu quarto parecer arrumado e define o padrão para o resto do seu dia.

  1. Reduza os papéis.

Jogue o que puder fora. Tire fotos do que você precisa e arquive-as eletronicamente. Digitalize fotos para salvar no seu computador. Leia livros em seu Kindle. Ajude o ambiente, simplificando a sua casa.

  1. Simplifique seu guarda-roupa.

Se você não usou em um ano, doe. Mesmo que você ache que “pode ser” que use um dia, as probabilidades são de que você não vai. Uma vez que você doar, você vai esquecer.

  1. Compre conscientemente.

Muitas vezes fazemos compras desnecessárias por tédio ou pela necessidade de um pouco de “terapia de varejo.” Nós trazemos coisas para nossas casas que perdem sua graça praticamente assim que entram nela. Antes de sacar seu cartão de crédito, pergunte-se: “Será que eu realmente preciso disso? Será que isso me trará satisfação por mais do que algumas semanas? Eu realmente posso pagar isso? “

  1. Reduza sua lista de “coisas para fazer.”

Alguma vez você já se pegou criando uma lista só porque achou que deveria ser produtivo? Será que o “tempo ocioso” te deixa nervoso? Você se sente obrigado a assumir projetos ou tarefas fora de casa? Corte sua lista de “coisas para fazer” ao meio e crie mais espaço no seu dia para ficar em paz.

  1. Priorize seu trabalho.

A primeira coisa a fazer na parte da manhã é definir suas três tarefas principais mais importantes do dia. Trabalhe nessas três primeiras e se você terminá-las antes do final do dia, crie mais três. Não permita interrupções ou distrações enquanto você estiver trabalhando em suas tarefas mais importantes.

  1. Crie limites pessoais.

Se você é uma pessoa que gosta de agradar e permite que outros ultrapassem os limites pessoais, você está gastando muita energia emocional em ressentimento e agitação. Se você não definiu seus limites pessoais, então gaste algum tempo para fazê-lo.

  1. Aprenda a dizer “não”.

Pessoas com limites fracos muitas vezes têm dificuldade de dizer “não”. O desconforto de dizer “não” drena muito menos do que fazer algo que você realmente não quer fazer. As pessoas acabarão por respeitá-lo mais se você mantiver sua palavra, e você achará a vida é muito mais fácil.

  1. Simplifique as suas refeições.

Alimentos simples, saudáveis e naturais são os melhores para você e sua saúde. Você não tem que passar horas na cozinha preparando refeições elaboradas. Quando a vida é complicada e ocupada, prepare algo nutritivo e fácil, como legumes assados ou cozidos no vapor com peixe ou frango grelhados.

  1. Reavalie seus relacionamentos.

Uma das peças mais difíceis e complicadas de nossas vidas podem ser pessoas negativas que nos drenam a energia. Simplifique seus relacionamentos passando menos tempo com pessoas que te arrastam para baixo e mais tempo com aquelas que te levantam.

  1. Pare de lutar.

Você está agitado e lutando contra alguma coisa em sua vida? Você está chateado porque algo não está saindo do jeito que você quer que saia? Basta parar de lutar e deixar a vida acontecer. Você vai ver que as coisas, eventualmente, acabam acontecendo para o melhor na maioria das vezes.

  1. Desligue.

Reserve uma hora, um dia, ou mesmo uma semana onde você desligue a televisão, o computador e o celular. Passe este tempo na natureza, leia um livro, ou converse com um ente querido. Interações virtuais acabam sugando nossa energia, mas a vida real é edificante.

  1. Limite as mídias sociais.

Facebook e outras mídias sociais podem arrastá-lo em um redemoinho de distração se você não estiver atento. Defina um temporizador antes de se envolver em alguma mídia social, e pare quando o alarme tocar. Você pode perder horas de seu dia se não tomar cuidado.

  1. Limpe sua caixa de entrada.

A caixa de entrada de e-mail bagunçada fica lá, implorando por sua atenção. É uma distração ter todos esses e-mails antigos que podem ou podem não ser importantes. Ao invés de gastar seu tempo com as mídias sociais hoje, lide com esses e-mails antigos e libere algum espaço e energia mental.

  1. Encontre tempo para se divertir.

Você faz algo realmente divertido todos os dias? Se não, faça disso uma prioridade. A vida é muito curta para ser séria e ocupada o dia todo. Aprecie-a.

  1. Esteja no momento.

Este é o meu mantra favorito – “Esteja aqui agora.” O momento presente é tudo o que você possui. O que quer que você esteja fazendo, faça conscientemente com sua atenção total. Remova o passado ou o futuro de sua mente e esteja totalmente presente na tarefa que você tem agora.

  1. Esteja presente com as pessoas.

Quando você está com alguém, esteja totalmente com ele. Afaste distrações como seu telefone ou o computador. Não olhe para todos os lados procurando por outras pessoas se você estiver conversando com alguém em um evento ou festa. Ouça com atenção. Olhe nos olhos da pessoa. Compartilhe este momento com ela.

  1. Passe um tempo sozinho.

Ficar sozinho pode parecer, assim, solitário. Por isso, tentamos preencher cada minuto com outras pessoas ou outras distrações. Aprenda a ficar sozinho e apreciar seu mundo interior. Faça caminhadas na natureza. Sente-se com seus pensamentos. Examine o conteúdo de seu cérebro. Você irá, eventualmente, encontrar paz em sua própria presença.

  1. Conte suas bênçãos.

Uma das maneiras mais simples de aproveitar a vida é expressando gratidão por tudo o que você tem. A gratidão permite que você experimente o prazer de suas bênçãos repetidas vezes.

  1. Use caminhos alternativos.

Evite o tráfego, as rodovias movimentadas e trajetos longos. Use estradas vicinais pacíficas, pitorescas, o tanto quanto puder. Ao invés de correr para ir daqui até ali, aproveite o passeio.

  1. Limpe conforme você suja.

O que quer que esteja fazendo (cozinhando, tomando banho, trocando de roupa), vá arrumando tudo conforme você faz. Isso irá lhe poupar uma grande quantidade de tempo e energia.

  1. Limpe sua mesa.

É difícil se concentrar no trabalho quando você não consegue ver sua mesa por causa de toda a desordem. Antes de começar a trabalhar, gaste cinco minutos para tirar tudo da sua mesa, exceto o essencial. Se você não tem tempo para organizar o excesso, basta colocá-lo em uma gaveta ou cesto plástico (fora da vista) até que você o faça.

  1. Ensine seus filhos.

Ensine seus filhos desde a tenra idade sobre o valor de uma vida simples e de viver com menos. Não os mime satisfazendo todos os seus desejos ou comprando tudo o que eles querem. Defina uma regra que, para cada coisa nova que entrar na casa, eles devem se livrar de algo velho. Aliste a ajuda deles na organização de seus brinquedos e posses.

  1. Gerencie o excesso de feriado.

Um dos momentos em que tendemos a gastar muito em coisas que não precisamos é durante as férias. Ao invés de gastar em coisas, considere dar uma viagem ou outro presente experiencial para sua família. Mantenha a temporada de férias simples, calma e divertida.

  1. Caminhe ou ande de bicicleta.

Se você tiver essa opção, caminhe ou ande de bicicleta em vez de pegar o seu carro. O exercício é bom para você, e você vai desfrutar o ar fresco.

  1. Delicie-se menos (álcool, alimentos, etc.)

Lembra-se do velho ditado: “Tudo com moderação”? Aplique-o a qualquer escolha que puder ter consequências desagradáveis se você for entrar de cabeça. Livre-se do sentimento por se sentir de ressaca, doente, culpado ou pouco saudável.

  1. Defina seus valores.

É difícil fazer as melhores escolhas para si se você não tiver definido seus valores fundamentais. Quando você conhece seus valores, você tem um barômetro para tudo que faz na vida.

  1. Planeje suas refeições.

Livre-se do estresse de tentar descobrir o que preparar para o jantar quando já são 18h e você está morrendo de fome. Nos domingos, pense sobre o que você quer para cada refeição da semana, e, então, vá ao supermercado e compre os itens necessários.

  1. Tenha uma vida interior.

Seja você religioso, espiritual ou contemplativo, tenha algum tipo de vida interior, onde você pratica a oração ou meditação. Ambos foram comprovados como sendo úteis para reduzir o estresse e aumentar a paz de espírito. Pratique diariamente.

  1. Seja criativo.

Pinte. Desenhe. Plante. Costure. Construa. Escreva. Dance. Faça algo que envolva sua criatividade todos os dias, mesmo que você seja muito ruim nisso. Basta seguir o fluxo e desfrutar do processo criativo. Quanto mais você se permitir a liberdade, mais em paz e feliz você ficará.

  1. Resolva conflitos.

Conflitos interpessoais são extremamente enfraquecedores e  desconcertantes. Inicie a resolução de conflitos, mesmo que eles não tenham sido provocados por você. Não permita que estes problemas pairem sobre a sua cabeça e roubem sua energia.

  1. Perdoe.

Parte de resolver conflitos pode exigir que você perdoe outra pessoa. Ofereça o perdão de forma rápida e livremente, mesmo quando não for solicitado. Você vai se libertar do ressentimento e da dor.

  1. Espere a mudança.

A mudança faz parte da vida. Ela vai acontecer queira você ou não. Aprenda a esperar e aceitar a mudança, não importa como ela pareça desconfortável a princípio. Tente não resistir a ela. Com o tempo, você vai descobrir o quanto aprendeu e cresceu a partir dela.

  1. Envelheça graciosamente.

Parte da mudança na vida é o envelhecimento. Nenhum de nós gosta disso, mas é uma realidade. Há muitos benefícios positivos em envelhecer. Abrace a riqueza que anos de experiência proporcionaram a você. Aprenda a aceitar as mudanças em sua aparência e simplesmente relaxe.

  1. Cure seu vício de adrenalina.

É fácil ficar viciado em um estilo de vida acelerado, altamente estimulante. Uma vez que sua adrenalina está bombeando, você quer manter esse sentimento falso de estar “nas alturas” porque se sente poderoso. Mas isso drena sua energia e gera estresse em seu corpo. Esteja ciente do fluxo de adrenalina em sua vida, e, conscientemente, volte um pouco e respire.

  1. Crie rituais.

Rotinas e rituais nos ajudam a organizar nossas vidas e dar sentido a ela. Isso nos traz conforto e segurança. Tenha uma rotina pela manhã e pela noite que ajude a simplificar sua vida para que você não tenha que gastar muita energia pensando sobre o que fazer. Crie rituais em torno de eventos familiares e feriados que deem significado e propósito à sua vida.

  1. Limpe seu carro.

Aquelas batatas fritas velhas ainda estão no seu banco? Aquelas roupas que você levou para lavar a seco ainda estão na parte de trás do carro? Você consegue escrever seu nome na poeira do seu painel? Se você passa mais do que alguns minutos por dia em seu carro, limpe este espaço que é sua casa longe de casa em tempo parcial. Coloque um saco de lixo para carro e lenços para limpezas rápidas.

  1. Deixe suas finanças em ordem.

Nada é mais estressante do que estar endividado ou não saber para onde seu dinheiro está indo. Reserve uma tarde para trabalhar em suas finanças, incluindo bolar um plano de dívida, se necessário, para que você possa sair da nuvem escura da preocupação financeira.

  1. Não planeje tudo.

Não planeje cada minuto do seu dia. Deixe espaço para o inesperado ou para simplesmente não fazer nada. Tempo livre não é um vácuo que deve ser preenchido.

  1. Coloque a família em primeiro lugar.

Os seus relacionamentos próximos são o aspecto mais importante da sua vida. Você passa mais tempo com trabalho, passatempos, ou distrações do que você passa com a sua família? Você vai olhar para trás, por causa dessas escolhas, com pesar? Se sim, comece a mudar isso agora mesmo. Faça de sua família sua prioridade número 1.

  1. Defina o “suficiente” para você.

Quanta coisa é, exatamente, o suficiente para você? Quantas obrigações são suficientes para você? Quanto tempo na frente da TV ou do computador é suficiente para você? Defina isso para si mesmo, e então viva de acordo com isso.

  1. Reduza estressores.

O que está causando estresse em sua vida? O que você pode fazer, agora, para reduzir esse estresse? Se for complicado (seu casamento, trabalho, etc.), procure um terapeuta, treinador, ou mentor para ajudá-lo a encontrar soluções para enfrentar e eliminar o estresse.

  1. Pense antes de falar.

Antes de abrir a boca, considere mentalmente suas palavras. Será que elas irão causar danos ou terão um bom efeito? Será que elas serão ditas em um momento de raiva ou com bondade? Não diga coisas das quais você pode se arrepender depois ou que podem ferir os outros.

  1. Aceite-se.

Pratique amar e aceitar a si mesmo, com falhas e tudo, e reconheça o valor que você oferece a si mesmo e ao mundo. Não gaste tempo e energia emocional com pensamentos depreciativos e negativos sobre si mesmo. Trate-se como você trataria seu melhor amigo.